16 de agosto de 2009

Mais rápido,


mais livre, mais forte, mais sincero, mais intenso. O que eu sinto. Como eu gosto de ver o sorriso dele, me parece guiar, me deixa mais feliz... Tantas coisas passam pela minha cabeça, e tudo se resume em algumas poucas palavras mornas do tipo "gosto tanto de você" que na verdade significam "gosto de você mais do que você pensa, mais do que eu posso dizer, mais do que a minha boca consegue dizer, mais do que qualquer pessoa" e ai de mim se eu digo, ainda digo. É tão estranho, eu fico tão chata sem a presença dele, eu perco algumas noções, fica tudo meio sem sentido, como o que tô fazendo aqui mesmo? porque entre tantas tentativas de ficar junto, eu queria sempre ficar cada vez mais junto. Não existem mais as outras pessoas ao redor, não mais. E será que elas sentem isso também pelas suas respectivas paixões?
E ainda há em mim aquela ruga de preocupação sobre querer adivinhar o que ele pensa. Tão inútil as vezes, tão normal também. Mas há vários "estágios" disso. Algumas vezes é controlado, mas ultimamente está tomando conta de mim.

Um comentário:

  1. que lindo amr *-*
    "mais do que a minha boca consegue dizer," amei msm ;)

    ResponderExcluir